image05 image06 image07
ASSUNTOS: , , ,

Os 05 melhores aplicativos para o tablet de um gestor

Gestão em Recursos Humanos - Os 05 melhores aplicativos para o tablet de um gestor

Com falta de tempo e correria dos dias atuais, facilidades e tecnologia andam juntos, trazendo um grande benefício para grandes gestores. Em meio a prazos curtos e pressões tão características das empresas modernas, é importante administrar o tempo e gerenciar o trabalho. Hoje eu vou lhe apresentar os 05 aplicativos (que utilizo) de tablet e também são os mais utilizados por grandes gestores:

1 - Simple Mind: Para quem tem grandes ideias em momentos inusitados. Este aplicativo te ajuda a gerenciar informações, organizar as ideias e construir estratégias. Aproveite para garantir e deixar salvo aquela grande ideia que você durante uma viagem.

2 - Instapaper: Se você clicou em algum link interessante - ou importante -, mas não pode ler naquele momento, basta salvá-lo no Instapaper e ler depois. E você pode organizar os links em pastas dentro aplicativo. Seu assunto ficará salvo pra leitura mais tarde.

3 - DropBox: Usado por milhões de pessoas, permite acessar documentos, fotos e vídeos guardados na internet. Todos os arquivos podem ser vistos em qualquer device (computador, smartphones, tablets e no próprio site do Dropbox). Seus arquivos estarão a sua disposição a qualquer momento sem ocupar espaço no seu tablete.

4 - Runrun.it: Esse gerenciador de tarefas é bastante completo e facilita muito na organização da rotina de trabalho. Além de listar as atribuições diárias, o aplicativo promove a interação da equipe. Em síntese, é um aplicativo corporativo, com cara de rede social!

5 - Google Hagouts: Esse aplicativo é uma solução bastante eficiente para fazer reuniões virtuais. Através dele, é possível organizar chats, compartilhar dados, fazer videoconferências e usar diferentes ferramentas de interação. O Hangouts funciona a partir de aplicativos móveis ou diretamente no navegador. Mas tem um detalhe: ele reúne no máximo 10 pessoas na sala de reunião virtual. Fazer reuniões presenciais, carregar arquivos e criar grandes estratégias são atividades muito importantes para um grande líder - mas não é uma tarefa simples.
Aproveite essas dicas do Blog Gestão em Recursos Humanos para você se organizar, não perder nenhuma informação, aproveitar bem o seu tempo e aperfeiçoar os seus resultados. REDUZA AS TAREFAS, APROVEITE SEU TEMPO COM ESSA SUPER DICA!
Uma boa semana e até a próxima postagem.
ASSUNTOS: , , , , , ,

O que você precisa fazer (realmente) para superar os desafios

Você sabe o que precisa fazer para se ter sucesso? Refiro-me a ter sucesso na vida pessoal e profissional, você sabe realmente o que deve fazer?

Gestão em Recursos Humanos - O que você precisa fazer (realmente) para superar o desafios

Indico à todos as pessoas que me perguntam sobre este assunto - e não são poucas, que sempre observem o ambiente em que estão inseridas (a empresa, os amigos, o bairro, a família) e definam o que pretendem fazer com essas ferramentas que estão ao seu dispor.

A melhor definição para isso seria a identificação de desafios em suas vidas e como superá-los. Ao identificar um obstáculo, oriento a pessoa a fazer as seguintes perguntas:

  • Como transformar esse obstáculo em uma oportunidade?
  • O que eu tenho que fazer para transformar em oportunidade?
  • Como vou aproveitar isso da melhor forma possível?
  • Qual é o meu objetivo?
  • Isso está ligado inteiramente ao meu foco?

Para os gestores, utilizo a seguinte afirmação: que somente um líder é capaz de identificar desafios e transformar obstáculos em oportunidades. Além disso, é mais fácil para os líderes responder essas questões. O autor James C. Hunter em seu livro "O Monge e o Executivo", na página 25 define liderança como a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasmadas, visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum.

Baseado neste conceito sugere-se que para liderar uma equipe, primeiro você deve liderar a si mesmo, definindo as suas preferências e estabelecendo padrões de diferenciação entre você e os outros profissionais. Assim você pode começar o exercício da liderança, com ações realizadas no presente para que elas sejam refletidas no futuro.

O líder chinês Mao Tse-Tung criou uma frase que serviu de guia para seu povo: “Uma caminhada de mil léguas começa com o primeiro passo”. É por isso que o nosso primeiro passo será a administração eficaz do presente.

  • Acompanhado esse tema apresento quatro ações que devem ser observadas pelo líder:
  • Converter sonhos em planos concretos
  • Aprendizado contínuo e competitividade
  • Manter eficiência em todas as situações
  • Dar a máxima atenção aos detalhes

A melhor forma de concretizar sonhos e metas é escrevê-los e sempre refrescar a nossa memória lendo os nossos sonhos todos os dias pela manhã quando acordamos. Sugiro que, para se organizar e realmente converter sonhos em planos concretos, você crie o seu plano de vida. Ele pode ser desenvolvido em dois níveis (pessoal e profissional) sendo que o profissional está voltado para o financeiro, e o pessoal está voltado para a família.

O sucesso desse plano depende do equilíbrio entre esses dois fatores que tem grande peso no seu plano e de sempre entender esse objetivo e nunca deixar de lado o que foi planejado para começar novos projetos. Para isso você deve seguir alguns passos que podem ajudá-lo na concretização dos seus sonhos e na superação dos seus limites.

Primeiro passo – Em uma folha relacione todas as pessoas que podem interferir na sua vida pessoal. (pai, mãe, irmãos, namorada, amigos, etc.). Em outra folha faça a mesma coisa com as pessoas que podem interferir na sua vida profissional. (empresas, faculdades, cursos de idiomas, família, etc.) Para cada uma (pessoal e profissional) defina um objetivo para curto (um ano), médio (três anos) e longo prazo (10 anos).

Segundo passo – continuando tanto na parte pessoal e profissional descreva todas as ações que você precisa executar para se chegar a este objetivo (curto, médio e longo prazo). Ex: No mês de outubro me escrever no vestibular, e no cursinho preparatório. Saber preços horários, local, qualidade de ensino, etc. Escrever-me em todas as faculdades e universidades que estão na minha cidade ou cidades próximas. Saber se é particular, ou pública.

Terceiro Passo – Com todos esses dados em mãos você está em condições de avaliar concretamente quais são seus aliados e quais são os problemas a serem enfrentados para a consecução de seu objetivo. Faça então uma relação dos pontos críticos. Por exemplo, O preço é muito alto, a faculdade é longe, etc.

Quarto passo – Neste ponto do roteiro, o projeto abstrato de estudar já tem contornos bastante concretos. Você deve encontrar as melhores maneiras de solucionar os pontos críticos. Por exemplo, fazer uma faculdade que é pública e que fica na sua cidade.

Quinto passo – Com as alternativas encontradas faça um cronograma, colocando em primeiro lugar as ações prioritárias. No caso da faculdade se você não tem dinheiro para pagar é necessário que você arrume dinheiro, trabalhando para se manter. Ou até conseguir uma bolsa de estudos ou montar um programa de economias, uma poupança.

Sexto passo – A lista que você acabou de elaborar é um roteiro concreto para atingir seu objetivo. Você terá nas mãos um programa de ação que vai levá-lo ao alvo e poderá medir, diariamente o sucesso de seus esforços para implementar cada um dos itens.

Fonte: Portal Educação.
ASSUNTOS: , , , ,

Você já sabe como funciona a Certificação Profissional com experiência em RH?

Para quem é administrador com registro profissional e têm experiência no setor de Recursos Humanos, agora é possível obter uma certificação profissional por experiência, inicialmente com ênfase somente em RH.
Gestão em Recursos Humanos - Você já sabe como funciona a Certificação Profissional com experiência em RH

A administração é dona de um caráter multidisciplinar que proporciona uma visão ampliada e orgânica de áreas que parecem distantes nas empresas, ao mesmo tempo que propicia uma relação direta com o marketing, o comércio exterior, os recursos humanos, as finanças, a TI e a logística.

O olhar sobre esse caráter multidisciplinar dá a quem escolhe a carreira a oportunidade de abrir as portas do mercado a partir de uma visão global dos negócios, o que atrai muitas pessoas para o setor. Segundo o Conselho Federal de Administração (CFA), Administração é o curso mais procurado entre os jovens. São mais de 2.600 cursos em todo os país, com cerca de 800 mil alunos matriculados e 114 mil formações por ano.



Eis aqui uma boa notícia pra quem é administrador com registro profissional e têm experiência no setor de Recursos Humanos.

Agora é possível obter uma certificação profissional por experiência, inicialmente com ênfase somente em RH. O objetivo é facilitar na entrada de profissionais do setor no mercado de trabalho, com foco na qualidade do trabalho e atualização permanente.

O projeto foi elaborado pelo Conselho Federal de Administração e pelos Conselhos Regionais de Administração. “A certificação contribui para o fortalecimento da imagem da profissão de Administrador na sociedade. Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, uma certificação certamente é um relevante adicional. Preparação é determinante para os profissionais de hoje, e o aprendizado vai além do curso técnico ou da Universidade”, afirma o Adm. Walter Sigollo, presidente do Conselho Regional de Administração de São Paulo (CRA-SP). Além do registro profissional, é preciso ter – no mínimo – cinco anos de experiência em gestão ou consultoria na área de Recursos Humanos. Para solicitar o certificado, o interessado deve entrar no site CERTIFICAÇÃO e realizar a inscrição, sempre prestando atenção nos requisitos estabelecidos no edital e no regulamento.

Válido em todo o território nacional, o certificado tem duração de três anos, proporcionando um processo contínuo de capacitação profissional e educação continuada.

E ae o que você achou dessa novidade? Deixa abaixo a sua opinião:




Fonte: Portal Contábeis
ASSUNTOS: , , , , , , , ,

Segredos para você fazer uma boa reunião

Gestão em Recursos Humanos - Segredos para você fazer uma boa reunião

O trabalho de um gestor de recursos humanos é bastante amplo e importante em qualquer tipo de organização. Mas nossa atenção está voltada hoje para a quantidade e a qualidade das reuniões (nas mais diferentes áreas), em que um gestor é responsável em dirigi-la, apresentá-la e proporcionar o melhor aproveitamento possível.
Muitas vezes, este gestor recebeu uma ordem, uma meta ou uma nova regra dos diretores da empresa e precisa passar para os colaboradores. De maneira dinâmica, eficaz, inteligente, clara e até mesmo, de acordo com a linguagem e a realidade do seu grupo.

Ele precisa levar em conta que o seu grupo não possui a mesma realidade, cultura, conhecimento e raciocínio que o presidente ou direção da empresa. Desta forma, atribui abaixo algumas dicas que poderão auxiliá-lo na criação e desenvolvimento de qualquer tipo de reunião.

Confira comigo as dicas para facilitar você no desenvolvimento de uma reunião:

DICA 01: Como falar em público


Recentemente, muitas pesquisas realizadas na empresas brasileiras, com líderes, administradores e gestores comprovam que mais de 60% dos profissionais têm pavor de se expor e falar em público! Portanto, quem fala bem e não tem medo, já ganha um diferencial importante nesta carreira que está profundamente ligada em envolver, dialogar e motivar outras pessoas. Conclui-se que todos precisam falar bem para: Você apresentar um projeto, conduzir uma reunião, vender uma ideia, defender as qualidades de um produto ou marca, entre tantas outras funções.

Aprender a falar melhor é fundamental nessa primeira etapa, saiba que existe formas simples de controlar o nervosismo, superar o medo e lidar bem com imprevistos. Basta, você conhecer as principais técnicas para falar bem e fazer excelentes apresentações. QUERO APRENDER A FALAR BEM.



DICA 02: Ter sempre em mão, bons materiais


Sabemos que a realidade de muitas organizações aqui no Brasil é bem diferente da realidade que aprendemos nos livros de recursos humanos. Nem todas as empresas possuem salas de reuniões equipadas e preparadas para propiciar uma reunião produtiva e envolvedora. Para você que vive esta realidade, indico sempre ter em mãos alguns materiais que podem facilitar e enriquecer o seu trabalho. Uma ótima ideia é ter um MINI PROJETOR PORTÁTIL que você pode levar para onde quiser e precisar. Além de materiais gráficos, ofício e materiais auxiliares.

Gestão em Recursos Humanos - Gestão em Recursos Humanos - Segredos para você fazer uma boa reunião

DICA 03: Utilizar-se de bons modelos


Para você que é adepto de uma boa apresentação em PowerPoint, quero esclarecer algumas observações: saiba que muitos efeitos, movimentações e cores podem poluir e confundir as pessoas que estão assistindo sua apresentação. Lembre-se que o foco é você ou o assunto a ser discutido.

Nunca entregue toda a jogada de uma vez, é sempre bom ter um "coringa" na manga - atividades dinâmicas e de descontração, como quebra-gelo podem auxiliar no início da conversa.

Espero que tenha auxiliado você nessa etapa tão importante em nossa vida profissional, e lembre-se, uma boa reunião só acontece quando na sala existe um bom gestor!
ASSUNTOS: , , , , ,

As sete declarações iluminadoras da sua empresa

Para que você (seja gestor, empreendedor, líder de uma equipe, gerente ou apenas integrante) possa ativamente modificar o seu ambiente de trabalho, tomei a liberdade de trazer à você um novo formato de estudo.

Isso mesmo! Estou escrevendo abaixo, sete declarações para você seguir diariamente e "positivar" o seu contexto profissional. Confira comigo e não esqueça de enviá-las aos seus amigos e colegas.

AS SETES DECLARAÇÕES ILUMINADORAS DA SUA EMPRESA

  1. Declaramos transcender todo o tipo de preconceito: seja sobre a cultura, orientação sexual, religiosidade, hábito ou fisionomia de qualquer pessoa que esteja ou frequente a empresa.
  2. Acreditamos que a lei da prosperidade é um caminho de progredir infinito e acreditamos também no poder sustentável da concorrência, que nos leva constantemente ao crescimento e desenvolvimento de novas ideias e produtos.
  3. Estudamos e nos aperfeiçoamos constantemente em qualquer assunto necessário para o melhor desempenho das atividades e funções atribuídas à mim, mesmo que direta ou indiretamente.
  4. Acreditamos que o respeito e a valorização de todos é o alimento e que a motivação, as palavras sinceras e o elogio verdadeiro constituem o poder criador e desenvolvedor de todas as pessoas.
  5. Acreditamos que, como filhos de Deus (independente de religião), todos possuímos em nosso interior a possibilidade infinita e que podemos atingir o estado de absoluto sucesso profissional com o uso responsável do poder da palavra.
  6. Para melhorar o destino de nossa empresa por meio deste poder criador de boas palavras, constantemente nos reunimos em reuniões com o objetivo de trocarmos experiências, ideias e sugestões de aprimoramento.
  7. Baseados em uma postura correta de vida, nos organizamos, projetamos e trabalhamos sem nenhuma forma causadora de sofrimento, com ações concretas e eficazes para a construção de um ambiente sadio e próspero para todos os integrantes desta equipe.

Estas declarações são inspiradas, nas Declarações Iluminadoras da Seicho No Ie.
ASSUNTOS: , , , , , ,

O segredo para trabalhar feliz

Gestão em Recursos Humanos - O segredo para trabalhar feliz

Por muito tempo aqui no blog Gestão em Recursos Humanos, as pessoas vieram me perguntando o que era necessário ou qual seria o segredo para a pessoa ou a sua equipe trabalhar feliz. E hoje (mesmo em clima confortável de Copa do Mundo), resolvi tratar desse assunto.

Primeiramente gostaria que você soubesse que se isso não passou pela sua cabeça, você faz parte de um pequeno número de gestores. Isso mesmo! A grande maioria dos gestores se pergunta ou já perguntou-se o que era necessário para ter colaboradores felizes. Pois, todos sabemos que pessoas felizes produzem mais e alcançam rapidamente o sucesso, em qualquer que seja a função ou atividade.

Certamente que para ser feliz, o primeiro passo é que a pessoa encontre a profissão certa. De maneira que aproveitaremos o potencial criativo e nato de cada ser humano, sem interferência de modelos ou estilos que possam nos moldar ou criar inseguranças diante da dificuldade de aplicar. Para tanto é fundamental se identificar com a carreira e fazer com paixão!

Começamos bem! Paixão é o “ingrediente” que vai incrementar a vida e garantir a felicidade dessa pessoa? Não! Mas já será um ótimo começo. Recentes estudos da neurociência falam da importância em integrar os dois hemisférios do cérebro. Quando realizamos com paixão, há a integração desses hemisférios e a ação de se permitir e experimentar. Essa permissão é como um passaporte, que vou chamar aqui de fase da preparação.

Despertar essa paixão no colaborador, pode ser uma (grande) tarefa dada ao gestor de nossas empresas. Ele deve possibilitar ao colaborador que experimente (dentro das possibilidades da empresa), as opções pelo qual a organização identifica os perfis de seus colaboradores.

Para alguns gestores, essa possibilidade de liberdade entre as funções, pode ser mais fácil. Mas, vamos deixar claro que essa metodologia ainda é algo novo aqui no Brasil. Esses profissionais necessitarão ter uma visão integral da empresa e da situação que estão envolvidos, integrados em um ambiente saudável, fazendo link dos valores pessoais versus os valores da organização, buscando capacitar, reciclar e formar a equipe para que possa galgar novos desafios.


 É importante dizer nesse momento que a alegria do colaborador também está ligada ao salário que é lhe oferecido, este irá sustentar todo esse processo. Mas, saiba que ele não será o fator principal, sendo apontado em 6º ou 7º lugar no ranking dos motivos que levam um profissional a deixar seu trabalho.

O verdadeiro segredo para a pessoa trabalhar feliz, deve começar quando não haja segredos. Isso mesmo, quando o gestor ou líder da equipe, trabalha de forma clara, transparente e coesa poderá encontrar na sua equipe as respostas que tanto procura.

Com decisões acertadas, o profissional de RH não trabalhará para a empresa, mas com a empresa. É um misto de parceria e respeito, garantindo engajamento, dedicação, foco, responsabilidade, desempenho e resultados extraordinários de sua equipe. Este é o fator real da felicidade! E você, é feliz em seu trabalho?
ASSUNTOS: , , , , ,

Eventos criativos: você conhece essa tendência?

Organização de eventos corporativos


Com alma empreendedora desde pequeno, Fernando Ligório juntamente com seus sócios são destaque em Santa Catarina e muitos outros estados do Brasil.

Desde pequeno, Ligório já empreendia, na sua faculdade de administração, ele montou uma produtora de festas e se aproximou muito dessa área. No ano de 2009, na república onde morava em Florianópolis, no estado de Santa Catarina, nasceu a Voe Ideias. Na época não havia capital, o que não o impediu de planejar ações para a criação e desenvolvimento de seu novo empreendimento.

Mais tarde, dois amigos, viraram seus sócios. Juntos começaram a buscar soluções mais criativas aos seus clientes. Ano passado, realizaram uma caminhada com artistas circenses na inauguração de um espaço de uma incorporadora.

No réveillon de Florianópolis, foram os responsáveis pela transferência do evento da praia para a avenida, o que resultou em um público de 50 mil para 350 mil pessoas. E muitos outros projetos inundam a Voe Ideias desde então.

Uma empresa que nasceu do nada e atualmente fatura cerca de R$ 9 milhões com esse tipo de evento, atendendo empresas como: Volkswagen, Mellita, Devassa e Bauducco. Com uma equipe relativamente média, com cerca de 18 integrantes, trabalham em uma casa com piscina, churrasqueira e rede - para uso durante o expediente.

Fernando afirma que a gestão da empresa foca em cobrar resultados, não em cumprir horários determinados.

Essa foi a matéria especial, publicada na Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios, traz a nós gestores uma nova ideia de evento empresarial. Onde abandonamos aquelas palestras "chatas" com enfoque nas regras e ditaduras dos presidentes com diálogos monótonos e repetitivos, para uma chuva de criatividade e inovação. Para acessar o site da Voe Ideias, CLIQUE AQUI.
ASSUNTOS: , , , , ,

O que rolou no RH Rio 2014?

Gestão em Recursos Humanos - O que rolou no RH Rio 2014

Foi a 40ª edição do RH-RIO, (o principal congresso de Recursos Humanos do Rio de Janeiro), que é promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos do estado carioca, que reuniu nos dias 20 e 21 de maio, no Centro de Convenções SulAmérica, executivos e gestores num debate sobre “A Construção Humana na Produtividade”.

O consultor britânico Richard Barrett foi um dos principais expositores, com uma abordagem na transformação de lideranças, e como essa tem sido utilizada por grandes organizações do mundo, como Siemens, Volvo, Microsoft e outras empresas.

Barrett defendeu que os valores pessoais refletem no estilo de liderança profissional. Outra palestra bem aproveitada pelo público, foi a do apresentador Luciano Huck, conhecido por atuar produtivamente em diversas áreas, inclusive como empresário.

Sempre atenta aos estudos que apontam que a baixa produtividade é uma das razões pelo lento crescimento econômico da América Latina, inclusive do Brasil, a Associação quer discutir o papel do setor de Recursos Humanos na mudança desse cenário. Desta forma direcionou o RH-RIO para a importância da gestão de pessoas nos índices de rendimento.

Os principais temas discutidos foram:
  1. Como implementar uma cultura de alto desempenho.
  2. Como motivar e engajar os funcionários.
  3. O papel da avaliação de desempenho.
  4. Novos modelos de design organizacional.

Outros nomes estiveram presentes, como o do economista Claudio de Moura Castro, que realizou a abertura do evento, com uma abordagem sobre o papel da Educação na melhoraria dos níveis de produtividade do Brasil. Autor de aproximadamente 30 livros e 250 artigos sobre Educação.

O professor de Educação Física Márcio Atalla vai ensinou ao público executivo do Congresso que a dobradinha atividade física e alimentação saudável também gera mais produtividade no trabalho.

Ainda foi pauta: “Os grandes desafios da produtividade na gestão pública - hora de refletir!” e o tema “Rio De Janeiro: Investimentos, Mudanças e novas oportunidades de Trabalho”, que foram apresentados, respectivamente, por Bianor Cavalcanti, da Fundação Getúlio Vargas - Rio, e Alexandre dos Reis, diretor de Relações com o Mercado da Firjan.
Um congresso de RH tem que desempenhar duas funções, compartilhar com o público o que vem sendo colocado em prática pelo mercado, mas também refletir sobre o nosso papel, sobre a atuação e responsabilidades dos profissionais que trabalham diariamente com a gestão de pessoas, para ajudar, assim, no desenvolvimento do setor. E falar sobre produtividade permite uma reflexão intensa, desde o conceito em si, o que ele representa para a empresa, para o funcionário, mas também para o gestor de RH. Somente com a percepção da multiplicidade de significado do conceito é que a área de Recursos Humanos poderá desenvolver ações e iniciativas que influenciem na produtividade da organização.
– explica o presidente da ABRH-RJ, Paulo Sardinha.

Sardinha salvou que as cinco palestras magnas foram muito além do tema principal do congresso, a questão da produtividade sobre os seguintes aspectos: “Uma organização de alto desempenho, inclusive em tempo de crise”, sobre o que é cultura organizacional e as formas de implementá-la; “A organização movida por valores”, quando foi debatido os atuais valores que norteiam as organizações e as suas aplicações; “RH: A construção em nossas mãos “, com a discussão do papel da área de Recursos Humanos na busca pela produtividade, além das ferramentas e soluções que ela pode oferecer e, por último, “Sou o mestre da minha obra”, quando foram abordadas questões como a importância da auto motivação como condição necessária para que o indivíduo incorpore valores e metas.

Em paralelo, as oficinas trataram de assuntos correlacionados ao tema principal, debatendo pontos como inovação, engajamento e produtividade. Termino dizendo que acredito que o evento foi realmente um sucesso, só que esteve ativamente participando sentiu na pele, a preocupação carioca com os recursos humanos de nossas empresas.

Se você não foi? Fica a dica para o próxima edição que acontece ano que vem.

Fonte: Portal R7.